Quem sou euLions Clube de Itapetininga O LIONS CLUBE DE ITAPETININGA foi fundado em 05.06.1956, por

Minha foto

LIONS é representado por mais de 1.35 milhão de  associados unidos em mais de 46.000 clubes em 208 países.
Os Leões, como são chamados, atendem às necessidades de nossas comunidades locais e em todo o mundo.
 Todos nós acreditamos no mesmo ideal: a comunidade é o que fazemos dela.

Quando entra para o Lions, você participa de uma rede de serviços global. Então, ao mesmo tempo em que está realizando serviços comunitários locais, você pode também contribuir com os esforços voluntários do Lions ao redor do mundo.

8 de ago de 2014

Instrução Leonística




Proporcionalidade leonística


Durante o ano muitas esperanças são renovadas na busca do sonho por dias melhores.
Muitos fazem planos incluindo novas perspectivas de vida profissional, familiar e social, esquecendo-se de incluir o Lions nesses planos e dimensionar sua vida com ele.
O compromisso que assumimos de realmente viver Lions não é uma atitude isolada, mas envolve dezenas de companheiros que vêem em nossa organização a possibilidade de mudança de sua própria vida.
Quando assumimos a condição de leão, incorporamos uma responsabilidade social que transcende nossa vida pessoal mais corriqueira.
Como sempre digo: nós não somos leões por acaso. Nascemos leões para cumprirmos a missão de servir, missão esta assumida com o plano espiritual. É o algo mais que precisamos fazer por uma sociedade mais justa e igualitária. Não que tenhamos de assumir sacrifícios sobre-humanos, mas precisamos nos superar e nos doarmos de coração.
A existência e potencialidade de um clube de Lions são diretamente proporcionais a esta capacidade de doação de cada um dos companheiros que o compõe. Em todos os clubes, existem formas para o companheiro prestar a sua colaboração: é preciso apenas que ele assuma a sua responsabilidade e tome a iniciativa de servir.
Se um clube enfrenta dificuldades, é quase certo que, proporcionalmente, os companheiros não estão se dedicando objetivamente ao seu trabalho dentro das comissões.
Perceba que se o quadro social está pequeno, se o companheirismo não funciona, se as campanhas comunitárias foram abandonadas, alguma comissão não está cumprindo bem o seu papel.
Existe um paradigma que diz que todo leão é um homem ocupado. E tem que ser mesmo, pois Lions não é lugar para desocupados. A experiência tem mostrado que, mesmo com seus afazeres, o leão sempre consegue tempo quando se tem em mente a obstinação pelo ideal de servir.
Nos clubes, nem 50% dos companheiros em média liberam o potencial maravilhoso que têm em si e que serviu de base para que fossem convidados a serem leões.
Se com essa proporcionalidade, o Lions tem mudado o mundo com suas grandiosas campanhas, tanto a nível internacional como local, imaginem vocês se esta proporção atingisse os 100% ou chegasse perto disso.
Como se pode notar, Lions tem um pouco de matemática.
Não adianta termos somente teoria e boas idéias. Ser um profundo conhecedor dos estatutos, regimentos, normas, manuais e não se aliar à prática do servir. É a química leonística que em doses proporcionalmente equilibradas alia a teoria à prática na obtenção de um resultado que atenda às necessidades do ser humano como um todo.
Precisamos dar nossa parcela de colaboração para mudar essa ridícula proporção. É necessário conseguirmos tempo, sacrificando inclusive parte do nosso lazer pessoal.
Lions pode mudar o mundo. Pensem nisso. Cabe a nós efetuar essa mudança.





Nenhum comentário:

Postar um comentário